• Seg - Sáb

    8AM - 8PM

  • Domingo

    Fechado

Symetria

De gestora a padeira, conheça mais sobre o Pão da Lu

Diante de um cenário inesperado como o da pandemia do Covid-19 o medo e a incerteza podem dar lugar também a criatividade. Foi daí que surgiu o Pão da Lu, feitos com as mãos de quem espera um amanhã muito melhor, os pães preparados no Symetria começaram a conquistar a região próxima ao Salão, em Campinas.

A área de beleza teve suas atividades paralisadas no dia 20 de março e com isso o Sym Café + Bar, localizado dentro do Salão Symetria, de propriedade também da Luciene, teve de fechar suas portas. Quem já veio até o salão localizado na região do Castelo provavelmente já tomou um cafezinho ou provou uma das nossas opções do menu. Porém, com o cessar das atividades algo precisava ser feito com o estoque de alimentos que não poderia ser vendido.

“Como não poderíamos vender mais os itens do menu, resolvi fazer um pão para os poucos funcionários que trabalhavam nas vendas online da nossa loja, e o pão foi um sucesso!

“O pão tem uma representatividade tão grande na cultura brasileira nè? Pão é união também.”

Além dos funcionários da loja online do Symetria o pão ainda foi distribuído para os trabalhadores dos comércios essenciais próximos ao Salão, como o posto de gasolina, loja de pet shop e construção civil. Por onde a Lu entregava o pão (de máscara e com todo o cuidado, obviamente) ela sentia o mesmo sentimento de partilha, união e força conjunta.

A ideia que surgiu de forma inesperada ganhou logo vários apoiadores e hoje o Symetria produz mais de 100 pães caseiros por semana. Pensando nos funcionários do ramo da beleza que por decreto não podem exercer suas profissões, o Symetria em conjunto com a Truss, fizeram a doação de 100 cestas básicas e 100 pães caseiros feitos pela Lu.

“A gente sabe que ainda é muito pouco, mas a ajuda foi do coração. Nós do ramo da beleza sabemos o aperto no peito que dá ficar sem trabalhar, esse pão que entregamos foi um símbolo de coragem e da vontade de vencer as dificuldades.” disse a proprietária do Symetria e agora padeira.

Comentar